top of page

DHL usa drone no Brasil para aprimorar gestão de estoque no Grupo LEGO

Os drones têm ganhado destaque no mundo todo como promessas de agilidade e revolução no transporte aéreo de mercadorias a curtas e longas distâncias. Porém, os veículos aéreos autônomos têm mostrado sua versatilidade em atividades cada vez mais variadas e interessantes.

O drone usado no trabalho – Imagem: DHL
O drone usado no trabalho – Imagem: DHL

O exemplo mais recente vem da DHL Supply Chain, líder em armazenagem e distribuição, com o uso de um drone para a conferência semi-automática de estoque. A tecnologia está sendo utilizada no Centro de Distribuição (CD) do Grupo LEGO®, maior fabricante de brinquedos com blocos de montar do mundo, em Louveira, no interior de São Paulo.


Além de tornar mais segura e precisa a conferência de estoque, a inovação tornou o processo até 96% mais ágil. Dado o sucesso do projeto, a DHL Supply Chain está levando, nos próximos meses, a inovação para mais dois de seus CDs no Brasil e também para operações do Grupo LEGO® em outros países geridas pela própria DHL.


“Trabalhamos com o Grupo LEGO® há quatro anos no Brasil e há ainda mais tempo em outros países. Sempre buscamos refinar nossos resultados de produtividade e a inovação se tornou uma aliada fundamental neste percurso. Ao analisar nossos processos e padrões aqui na operação de Louveira, identificamos que a gestão de estoque era um ponto passivo de melhoria. O drone se mostrou uma alternativa simples, de menor custo e ao mesmo tempo efetiva para aprimorar a conferência de estoque”, explica Cleber Barcelos, Gerente Geral de Operações da DHL Supply Chain.


Para Ligia Horvath Vargas, Senior Distribution Manager para América Latina do Grupo LEGO®, “inovar tem sido o foco da parceria entre o Grupo LEGO® e a DHL Supply Chain, e o Drone como ferramenta para controle de estoque é um excelente exemplo de um projeto implementado com um retorno bastante representativo para incrementar nossa produtividade e acuracidade operacional. Além de benefícios indiretos, como a redução do impacto no meio ambiente pelo uso de menos equipamentos e horas de trabalho nesta atividade”.


O novo modelo de conferência funciona da seguinte forma: um operador da DHL treinado – é necessário, inclusive, ter uma habilitação para a operação do equipamento – isola a área do armazém que será verificada e posiciona o drone no solo.


Então, por meio de um tablet, o colaborador pilota o drone pelas estruturas da área de armazenagem, escaneando com um laser os códigos de barras e tirando fotos. O objetivo é conferir e atualizar os produtos em estoque, alimentando o sistema que faz a gestão do inbound (recepção dos produtos) e o outbound (expedição para entrega).


Essa sistemática, além de mais rápida, dispensa o uso de empilhadeiras e evita que colaboradores tenham que subir em alguma estrutura para acessar os espaços mais altos para o processo de contagem. O drone utilizado é um Phantom 4, que foi customizado para a DHL. Ele tem uma interface com o sistema de gestão de estoque da companhia.


“Essa abordagem nos ajudou a manter nossos níveis de serviço e acuracidade de estoque mesmo durante um período de grande demanda ocasionado pela pandemia. Em 2020, batemos nosso recorde de movimentação de brinquedos nos últimos quatro anos”, afirma Cleber Barcelos.

Mesmo com excelentes resultados, a companhia estimula continuadamente seus líderes a buscarem soluções inovadoras. “Um dos pilares da estratégia do grupo é a preocupação com o futuro das soluções logísticas. Fica claro para o nosso grupo de executivos que devemos incentivar e investir em soluções ainda não conhecidas no mercado. Mentalidade ágil e intra-empreendedorismo começam a ganhar ainda mais importância dentro das competências e habilidades exigidas”, comenta o Gerente Geral de Operações da DHL Supply Chain.

 

Comments


bottom of page